SEMANA DA FILOSOFIA: "Temos que lutar para sair da Caverna!"
14/05/2019 20:17 em UNISAL

“Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça “

(Efésios 6:14)

 

No segundo dia da Semana de Filosofia do UNISAL – Lorena, o convidado foi o Prof. Dr. Daner Hornich, da unidade do UNISAL de Americana. Doutor e estudioso em Hannah Arendt tratou do tema “A Pós-Verdade e a razão cínica”.

 

- A Pós-Verdade

Wood Allen na década de 90 diz que o mundo poderia mesmo ser horrível, mas era único lugar onde se poderia comer um bife decente, ou seja o mundo é onde vivemos, existimos. Mas na década seguinte o personagem do filme Matrix decide a ilusão, ou seja, voltar a caverna de Platão, e assim declara que a ignorância é uma benção. Desse modo podemos observar um caminho percorrido pelo pensamento nos últimos anos, e por isso não deveríamos nos assustar quando o termo pós-verdade, como reflexo, aparece entre as palavras mais citadas de 2016.

A verdade tornou-se apenas mais um fator da vida, sem privilégio, esquecemo-nos dela e a cobrimos diante certas situações, mas quando convém a trazemos de volta. Nietzsche, no século XIX, já diz que não suportamos a verdade, pois essa pode nos estraçalhar, hoje a verdade que não é agradável é rejeitada.

 

- Tempos de Pós-Verdade

A globalização pode ser traduzida como a melhoria nos meios de transporte e comunicação, a mentira não é novidade para a humanidade, mas a velocidade que está se propagando assusta. Uma avalanche de informações vazias de conteúdo e fragmentadas atinge a todos diariamente, seja por meio das redes sociais, televisão, grupos em aplicativos de mensagens etc. E sem pesquisar, saber decodificar e associar tantas informações a tarefa de ruminá-las e filtrá-las se torna cada vez mais difícil.

A pesquisa por sua vez exige tempo e esforço, exige pensar, para Montaigne “pensar é pesar as coisas”. Além de tempo que para a pesquisa é necessário investimento para alcançar algum progresso, se não há investimento não há pesquisa, se não há pesquisa não há, portanto, o desenvolvimento da sociedade.

 

- De volta a caverna

A filósofa política Hannah Arendt aponta que a mentira é utilizada com a ideia de instrumento justificável no meio político, assim a veracidade não está entre as virtudes políticas.

A ideologia neoliberal avança nos mais diversos campos, incluindo a política e a educação. Novas metodologias de ensino, sem base alguma, são mercadorias, que não produzem conhecimento e contribuem com um projeto de dominação das pessoas, em diversos aspectos.

A dominação das pessoas se dá por meio da mentira e uma imensa capacidade de alteração dos fatos, se não há interesse ou investimento na pesquisa e conhecimento, a veracidade torna-se matéria vulnerável a distorções.

Como resultado percebe-se uma “ideologia da ignorância” que chega ao ponto de absurdos como “terra plana” ganharem seguidores, seja pela falta de fontes de informação ou a credibilidade dada a produtores de conteúdo “gurus” que ganham mais relevância que estudiosos das áreas.

 A falta de transparência nas informações, principalmente na política, sem justifica plausível tornou-se um forte “instrumento de pós-verdade”. Como exemplo, podemos observar propostas de governo em que a emoção e discursos rasos e populistas são amplamente divulgados, porém dados e estudos não são expostos a população.

Em uma sociedade do consumo, o consumo da mentira tomou proporções enormes, os que saíram da caverna não fazem a questão de voltar para os outro, e quando voltam distorcem as informações de modo que, de fato, os outros a recebam, porém os impedem que haja a possibilidade de “mastiga-las” para digerir e construir uma opinião com base na verdade. Tornar a população cega pela mentira é o objetivo, e se explica o motivo com ditado popular “em terra de cego, pouco importa se o rei está nu”.

O processo é árduo, mas a necessidade é clara, temos que lutar para sair da caverna.

 

Confira a Conferência de hoje na íntegra:

 

 

Por Davi Dias 

Gravação: Técnica Rádio Dom 

COMENTÁRIOS
NOSSOS PARCEIROS