Vicent Marzá: "Devemos formar os estudantes para o mundo do trabalho e para que sejam bons cidadãos"
09/07/2019 10:00 em CONGREGAÇÃO SALESIANA

(ANS - Valência) - Vicent Marzá, Conselheiro para a Educação da Comunidade Valenciana; P. Ángel Asurmendi, Superior da Inspetoria Salesiana da Espanha-Maria Auxiliadora (SMX); Adela Cortina, filósofa; Javier Cebreiros, comunicador e fundador da empresa "Ensaia"; Vicenta Rodríguez, Secretária das Escolas Católicas da Comunidade Valenciana e o P. Miguel Canino, Coordenador das Escolas Salesianas da Inspetoria SMX participaram do I Congresso de Escolas Salesianas "#Juntos Somos más", realizado no último dia 3 de julho no "Palau de Les Arts" da Cidade das Artes e das Ciências, de Valência. Em conjunto, eles refletiram sobre os temas razão e emoção.

O primeiro a falar foi Marzà, que afirmou que "numa sociedade em que os valores são por vezes dissociados, os salesianos realizam um excelente trabalho, providos de metodologias inovadoras, com uma educação que não se restringe apenas à sala de aula; e com uma educação que olha, principalmente, para os últimos; com o objetivo de ajudar a sociedade a se tornar mais humana e mais justa”.

O coordenador do evento, Luis Miguel Notario, ressaltou que, para as Escolas Salesianas, este encontro "representou uma experiência de profundidade e partilha, para criar consciência do que somos como instituição de ensino e do potencial de que dispomos".

Em seguida, a filósofa valenciana Adela Cortina propôs que os participantes "eduquem seus alunos para que sejam donos de suas vidas e realizem atividades que os façam felizes: educá-los à prudência e à arte do suficiente".

O P. Asurmendi, por sua vez, enfatizou que "o verdadeiro segredo de uma escola está nas relações estabelecidas no centro educacional".

Na parte da tarde, houve a exibição do curta-metragem ‘Bienvenidos’, do roteirista e diretor Javier Fesser, que mostra a implementação da Internet numa escola remota no coração dos Andes peruanos, inspirado no projeto "Luces para aprender", da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, Ciência e Cultura (EOI).

Depois do filme, foi a vez de Cebreiros subir ao palco para falar da paixão que este trabalho demanda e da necessidade de aprender a comunicar aquilo que somos de maneira eficaz e afetiva.

A sessão de encerramento deste 1º congresso das escolas salesianas da SMX foi realizada pelo P. Canino, diante de cerca de mil participantes, entre professores, diretores e pessoal administrativo e de serviços dos centros salesianos, comprometidos diariamente em favor de cerca de 14.000 alunos.

As Escolas salesianas são uma das maiores redes educacionais não universitárias do país. Os Salesianos e as Filhas de Maria Auxiliadora atualmente dirigem 139 escolas, frequentadas por 96.600 alunos e 5.750 professores. O trabalho em rede e a formação de diretores, equipes pastorais e professores continuam sendo uma prioridade, à qual se somam, no âmbito da proposta “Escolas Salesianas 2020”, os cuidados com o carisma salesiano, as reflexões sobre a relação escola-família e o impulso à inovação pedagógica com novas metodologias.

COMENTÁRIOS
NOSSOS PARCEIROS