Obra Social São João Bosco

 

 

São mais de 110 anos atuando na cidade de Campinas. Desde 1909, com a escola de educação fundamental nomeada Externato São João, os salesianos ali presentes se importavam com a educação de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. O casarão da Família Estanislau de Campos Salles passa a ser o endereço do colégio.

Desde 1994, quando deixou de ser escola, iniciou-se o atendimento socioassistencial que atua diretamente com crianças, adolescentes, jovens e adultos. Hoje, o prédio é tombado como patrimônio histórico da cidade de Campinas e continua acolhendo as atividades desenvolvidas pela Educação Infantil e pelos Serviços Socioassistenciais.  

Em 1998, a Obra começou o atendimento da população em bairros mais afastados e vulneráveis: o Conjunto Habitacional Vida Nova, na região do Ouro Verde, e, em 1999 iniciou a atuação na região do Parque Oziel.

Mais tarde, em 2008, a entidade começa a atender a Educação Infantil em dois bairros que já atendia anteriormente. No Centro, o CEI Dom Bosquinho passa a funcionar no mesmo espaço físico que ocupa há anos, mas com uma divisão nos prédios. No Vida Nova, firma um contrato com a Prefeitura Municipal de Campinas e passa a oferecer atendimento no CEI Professor Darcy Ribeiro.

Em 2016, a Obra firma contrato de gestão com a prefeitura e passa a gerir mais um Centro de Educação Infantil, ao lado do núcleo de assistência social na Vila Taubaté, chamado de CEI Francisco Amaral.

Hoje são mais de 2.150 atendidos em nossas unidades de educação infantil e nas unidades socioassistenciais. São 1.695 famílias que integram o trabalho aqui desenvolvido. Mais de 5.000 refeições diárias e seis unidades de atendimento que atuam nas três regiões mais populosas do município de Campinas. Um trabalho intenso, desenvolvido por cerca de 200 colaboradores.

 Enquanto Obra Social São João Bosco, temos a missão de promover o exercício da cidadania, sendo referência no trabalho socioassistencial e educativo, levando às famílias atendidas os valores necessários para o bem viver.

 

READAPTAR PARA CONTINUAR A PROMOVER A VIDA...

O período de distanciamento social imposto neste ano de 2020 devido à pandemia do novo Corona vírus (Covid-19), trouxe o agravamento das situações de vulnerabilidade social, em alguns casos por condições financeiras e em outros casos por uma piora nas relações sociais, familiares ou comunitária. Por esse motivo, a Obra Social São João Bosco procurou acompanhar os usuários não apenas na oferta de atividades online, mas também buscou compreender a realidade de cada família durante este período de calamidade pública, para assim repensar e planejar suas ações.

Através de várias ações a obra realizou pesquisas para saber exatamente como estava a situação dos atendidos. Percebendo várias vulnerabilidades, perpassando o desemprego, diminuição na renda, pedidos de auxílio emergencial negado e tantas outras dificuldades que assolam as famílias e os atendidos da obra social. Com isso iniciou várias ações para minimizar as dificuldades financeiras que as famílias enfrentaram, e com isso 46% dessas famílias foram contempladas com benefícios relacionados à alimentação, distribuídos em nossas unidades de atendimento.

Alguns núcleos da Obra Social têm atuado de maneira intensa junto a prefeitura, auxiliando na distribuição de cartões de alimentação, entrega de cestas básicas e kits de hortifruti para as famílias de nossos educandos e alunos. Além desta parceria com o poder público, empresas do setor privado também auxiliaram na doação de cestas básicas e kits de higiene e limpeza, como por exemplo: a Fundação FEAC que doou cartões de alimentação; as empresas Ascenty,  SESC (através do Programa Mesa Brasil), Dismotor e o Colégio Objetivo doaram entre cestas básicas e kits de higiene; a Centra Única das Favelas (CUFA) doou botijões de gás.

Além destas cestas básicas para o uso familiar, durante este primeiro semestre as unidades elaboram um benefício especial para as crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos: kits com sobremesas, doces, brinquedos, materiais de papelaria, e atividades lúdico-educativas sobre responsabilidade social. No total foram beneficiados 605 crianças e adolescentes.

Ao todo, desde o início da pandemia, foram distribuídas 2.857 cestas básicas, 547 kits de higiene, 252 cartões vale-alimentação, 686 cestas de hortifruti, 280 botijões de gás,120 litros de leite, e 605 cestas/kits de atividades e/ou guloseimas para os atendidos.

Os colaboradores observaram que a necessidade de alimentos e benefícios emergenciais são de fato importantes, mas nesse momento de distanciamento social, a necessidade do afeto tem sido também uma demanda, principalmente para crianças e adolescentes, por isso, nesses kits cada educador social escreveu uma mensagem encorajadora a cada criança, a fim de demonstrar que mesmo de longe os educadores permanecem a acompanhar cada uma delas.

Devido às medidas de distanciamento social, a Obra Social São João Bosco precisou se adaptar a novas atividades, que pudessem dar continuidade ao serviço mesmo diante deste cenário. Apesar da repentina mudança, as atividades desenvolvidas tiveram uma resposta positiva por parte dos atendidos e seus familiares, mais do que nunca, pais e responsáveis puderam partilhar momentos especiais interagindo, e consequentemente fortalecendo vínculos com as crianças e adolescentes.

 

NOSSO TRABALHO NA PROMOÇÃO DA VIDA NÃO PARA, POIS NOSSA MISSÃO CONTINUA...

Tendo em vista um olhar holístico, a Obra Social São João Bosco busca concretizar ações que trabalhem com a promoção à vida, prevenções, criticidade, autoconhecimento, equidade, laços sociais, sentimentos, promoção social, cidadania e protagonismo juvenil.

Essas atividades acontecem diariamente nas unidades que são organizadas através das Oficinas Artísticas (artes manuais e teatro), Oficinas de Dança e Esporte, Rodas de Conversas, Festas Diversas, Oficinas de Vocações, Oficinas de Protagonismo Juvenil e Oficinas de Promoção e Integração no Mundo do Trabalho.

Dentre as atividades que são realizadas destacamos dois projetos interessantes que vão ao encontro do tema de promoção da vida no sentido emocional e de saúde mental, são eles:

- Projeto Roda Vida: Desenvolvido no Núcleo S.J. Batista (Centro) este projeto tem como objetivo propiciar um espaço de escuta para os medos e angústias dos nossos atendidos, as atividades acontecem através de rodas de conversas conduzidas por educadores com a faixa etária próxima dos atendidos, para assim criar um clima de maior confiabilidade. Como resultado os educandos acabam conseguindo colocar suas angústias emoções para fora e assim gera-se um ambiente de pertencimento, amizade e segurança.

- Projeto Pra você eu Conto: Desenvolvido no Núcleo N.S. Auxiliadora (Gleba B/Oziel) tem como finalidade abrir espaço através da escrita, desenhos e outras formas para expor os sentimentos vividos.

Além dessas oficinas e desses dois projetos destacados ainda realizamos outras ações que buscam garantir o direito a uma vida com dignidade, como as visitas domiciliares feitas pelas Assistentes Sociais das unidades de acordo com as demandas dos usuários ou da família. Outra ação é o estudo social que é realizado no ato da inserção do atendido através de instrumental de entrevista do Bússola, essa ação também acontece de acordo com a necessidade dos atendidos, para atualização de dados necessários. Também há uma mobilização feita pela equipe técnica das unidades através do diálogo com profissionais de outras instituições e órgãos governamentais, buscando o acompanhamento e orientação de serviços de apoio especializado.

Todas essas atividades ocorriam normalmente até março de 2020 quando teve início a Pandemia do Covid-19, que gerou uma crise financeiras entre nossos atendidos, como mencionamos acima. Durante os meses que se seguiram as redes sociais da instituição (Facebook e Instagram, Youtube) foram os principais meios de comunicação com os usuários. O WhatsApp foi outro canal muito utilizado para estreitar os vínculos entre a Obra Social e as famílias e atendidos. Quando havendo a necessidade, visitas domiciliares são realizadas para a compreensão do contexto e encaminhamentos são tomados.

Mesmo com a pandemia, a Obra Social continua suma missão de ser promotora de vida realizando ações como: contato constante com as famílias atendidas para conhecimento da realidade momentânea; Indicações de atendimentos psicológico gratuito, indicamos serviços de apoio emocional, como a linha sigilosa e gratuita do Centro de Valorização da Vida; desenvolvimento de atividades e formações com habilidades socioemocionais com os colaboradores e famílias; escuta ativa ouvindo a pessoa sem julgamentos; encontros virtuais dos Grupos de Protagonismos das unidades; celebração do Dia Internacional da Juventude (IYD); Campanha: Repense, Reconecte, Renove idealizada pela Don Bosco Green Alliance.

Apesar da distância física, as redes sociais aproximaram as famílias e a Instituição. Pais e responsáveis puderam acompanhar em casa a rotina que antes seus filhos tinham nas unidades, e não apenas as crianças, como também os jovens e adultos participaram das atividades. Acompanhar os usuários à distância foi um novo desafio para Instituição, mas isso não interrompeu nossa missão educativa.

Para contribuir com as ações da Obra Social São João Bosco ou com as demais obras sociais salesianas pelo Brasil sem sair de casa, acesse o Site da União pela Vida (UPV) ou baixe o aplicativo da UPV disponível para Android e iOS.

 

Fonte: Diego Sampaio – Assessor de Pastoral da OSSJB

Notícia: Guilherme Freitas, Salesiano de Dom Bosco - Equipe de Comunicação Rádio Dom. 

 

Esta Campanha é uma iniciativa da Inspetoria Salesiana de São Paulo por meio da Rádio Dom em parceria com a Rede Salesiana Brasil de Ação Social e AHAL Designer.